Antigo reduto dos índios Tamoios e Goitacazes, a cidade de Cabo Frio teve o privilégio de ter sido o primeiro ponto tocado do  litoral brasileiro pela civilização européia, em seus 202 Km de mar, dunas e praias por Américo Vespúcio, que em 1503 fundou a primeira feitoria. Lá ficaram 24 homens que foram mortos pelos índios. Várias lutas foram travadas entre indígenas e europeus por toda a nossa costa. Possuíamos um pau-brasil de notável qualidade e uma numerosa mão de obra indígena. Em 1555 a frota de Willegaignon, antes de se fixar no Rio de Janeiro, passou três dias em Cabo Frio fazendo um reconhecimento de sua costa e interior. Em 1556 os franceses instalaram uma fortaleza-feitoria na Boca da Barra, a Casa de Pedra. Em 1575, os portugueses, através de um violento combate no litoral de Cabo Frio, aniquilaram os franceses e afugentaram os indios Tupinambás. Em 13 de novembro de 1615, finalmente os portugueses fundaram Cabo Frio no morro do Arpoador na Boca da Barra. Anos após, construíram o Forte São Mateus dando origem a povoação de Cabo Frio que sobrevivia através da pesca e da agricultura. No século XIX a principal atividade econômica era o sal que teve seu declínio iniciado na década de 50. De lá para cá, devido às suas lindas praias de águas cristalinas e dunas de areia, Cabo Frio foi tomado por uma intensa atividade turística tornando-se a Capital da Costa do Sol. Cabo Frio é situado entre a costa sudoeste do estado do Rio de Janeiro, banhado pelo canal de Itajurú e pela lagoa de Araruama. Até os dias de hoje, essa cidade continua a ser alvo de descobertas e surpresas e, a cada ano que passa, cada vez mais faz parte do calendário turístico do Brasil e do mundo.